Você sabe o que são as frequências binaurais?

Por Zen App

Tempo de leitura: 6 minutos
Quer relaxar em casa ou se concentrar no trabalho? Coloque os fones de ouvidos e aperte o play, certo? Quem já usou a música para atingir um desses propósitos sabe: essa ação nunca falha. Mas existe um som que é capaz de potencializar esses efeitos e não tem nada a ver com Mozart ou Bach. Estamos falando das frequências binaurais.

Se o termo é estranho para você, relaxe! Aliás, esse é um dos propósitos dessas batidas, que trazem muito mais benefícios para a nossa mente. Neste post, vamos explicar tudo sobre essa alternativa voltada para estimular o cérebro de diferentes formas. Ficou curioso para descobrir mais sobre os sons binaurais? Então, continue a leitura!

O que são frequências binaurais?

As frequências binaurais são sons ou batidas que escutamos em oscilações diferentes, capazes de estimular o nosso cérebro e até alterar o seu comportamento. Elas foram descobertas em 1839 pelo cientista alemão Heinrich Wilhelm Dove, ao perceber que o cérebro é capaz de detectar a variação de sons quando eles são captados separadamente pelos ouvidos. Para conciliar essa diferença, o órgão sincroniza o funcionamento dos hemisférios esquerdo e direito. Isso gera uma nova frequência.

Vamos dar um exemplo mais prático. Imagine que você está com um fone de ouvido. No lado esquerdo, escuta um som de 107 Hertz (Hz). Já no ouvido direito, escuta um som de 100 Hz. Ao ouvir esses dois sons, o nosso cérebro criará um terceiro som, de 7 Hz, resultado da diferença entre as duas grandezas. O nosso foco todo vai para essa nova frequência, que passa a ser escutada por nós.

E o que isso tem a ver com o nosso bem-estar? Bom, em 1973, um estudo comprovou os ganhos terapêuticos das frequências binaurais. O biofísico Gerald Oster usou as batidas para confirmar que a estimulação auditiva melhora o funcionamento do cérebro. A pesquisa foi publicada no Hospital Monte Sinai, em Nova York.

Nesse contexto, fica claro: o homem estuda os efeitos dos sons no cérebro há mais de cem anos. E tanto Dove quanto Oster abriram com suas pesquisas uma nova ciência dedicada a analisar como o cérebro aprende uma informação inédita de forma tão rápida.

Ainda assim, pode ficar difícil entender como os sons binaurais funcionam, não é mesmo? Por isso, esse é o assunto do nosso próximo tópico.

Como elas funcionam?

As batidas binaurais funcionam por meio de sons com frequências distintas. O resultado dessa diferença entre as frequências impacta as nossas ondas cerebrais, que podem ser modificadas se expostas a frequências desiguais.

Por isso, certos sons estimulam o cérebro a produzir determinados neurotransmissores como a serotonina — hormônio que está ligado ao bem-estar, ele ajuda a reduzir a dor e aumenta o sentimento de prazer. Muita química envolvida, não é verdade?

E como escutar os sons? Simples! Basta usar o seu fone de ouvido, reservar um momento do seu dia e escolher a frequência mais adequada para o seu objetivo no momento. A ideia aqui é a mesma da meditação: fazer disso uma rotina, mas de forma gradual, para entender e receber todos os benefícios que ela traz para a mente e corpo.

Experimente escutar as frequências binaurais para prevenir a depressão e ajudar a controlar a ansiedade. 

FREQUÊNCIAS BINAURAIS PARA ANSIEDADE [ESCUTAR AGORA]

tela das frequências binaurais disponível no zen app

A utilização do fone de ouvido é importante, para que o som seja mais claro e que você possa se concentrar completamente nele, evitando distrações e barulhos externos que possam lhe atrapalhar ou tirar daquele momento.

Por que usar os sons binaurais em seu dia a dia?

Essa questão está fácil de responder: pelos benefícios que elas podem trazer para a sua vida. O dia a dia está corrido demais e precisamos reservar um tempo para nós mesmos. Já é difícil realizar a quantidade de tarefas e compromissos diários da vida pessoal e profissional, não é mesmo? Agora, imagine fazer isso tudo estressado ou depois de uma noite de insônia?

As ondas binaurais são usadas para ajudar no relaxamento e no realinhamento da nossa energia. São muitas as vantagens que elas trazem não só para a nossa mente, mas também para o nosso corpo. Confira abaixo:

  • controla a ansiedade e o estresse;
  • reprograma o subconsciente;
  • aumenta a criatividade;
  • diminui a agitação;
  • minimiza os distúrbios do sono;
  • melhora a prática de meditação;
  • aumenta o foco e a memória;
  • estimula a criatividade;
  • ajuda no relaxamento profundo;
  • contribui para a concentração e os estudos.

Lembrando que esses benefícios são gerais e, independentemente de qual som você escute, você se beneficia. No entanto, existem diferentes tipos de frequências e cada uma delas apresenta um resultado diferente, podendo ser utilizadas para as mais diversas funções. Confira as 5 principais frequências — Delta, Alta, Teta, Gama e Beta — e seus respectivos resultados.

Delta

Sua frequência é menor, sendo de 1 Hz a 3.9 Hz. São mais lentas, associadas à quietude da mente, portanto, são ideais para induzir a meditação e ao sono profundo e sem sonhos. São seus principais benefícios:

  • ativa hormônios antienvelhecimento;
  • libera o hormônio relacionado ao crescimento, que também é útil para a cura e cicatrização;
  • promove o relaxamento físico;
  • acesso à mente inconsciente;
  • regula os batimentos cardíacos;
  • diminui o estresse;
  • possibilita o relaxamento profundo.

Sendo assim, são ideais para atingir tranquilidade, se você tem dificuldades para dormir bem ou tem vontade de atingir um estado mais profundo de meditação, esse som é indicado para você. Dessa forma, pode acordar se sentindo totalmente recuperado após a noite de sono.

Alfa

São frequência binaurais de 8 Hz a 13.9 Hz. Quanto menor a frequência, maior e mais claro é o estado de intuição. Estão relacionadas a um estado de relaxamento e concentração que proporciona o aprendizado e a retenção de conhecimento. São voltadas para o foco na saúde, criatividade e visualização, além da leveza da mente.

Ideias para momentos de leitura, descanso e outras atividades relaxantes, como tomar um banho e realizar trabalhos domésticos que sejam leves. São seus principais benefícios:

  • redução de ansiedade;
  • aumento da energia e vitalidade;
  • reduz estados de depressão e estresse;
  • estabiliza os batimentos cardíacos;
  • maior intuição;
  • sensação de revitalização mental e física;
  • meditação mais leve;
  • melhor aprendizagem e foco;
  • coordenação mental;
  • relaxamento e concentração nas mais diversas atividades cotidianas.

Teta

É de 4 Hz a 7.9 Hz. Também está ligada ao relaxamento, mas de forma menos profunda e mais inspiradora, intuitiva e leve. Além disso, possibilita a vivência de emoções de forma mais intensa e sensível. Serve para:

  • incentivar a aprendizagem;
  • reforçar a memorização;
  • meditação profunda;
  • cura espontânea;
  • melhorar a memória, concentração e foco;
  • reduzir estresse e a ansiedade;
  • aumentar criatividade e inspiração;
  • promover sono REM, a fase do sono em que acontecem os sonhos.

Portanto, são recomendadas principalmente para artistas e pessoas em fases de criação, quando necessitam de criatividade e atenção plena.

Beta

São ondas mais rápidas, sendo de 14 Hz a 30 Hz. São ideais para acalmar a mente, sair de estados desagradáveis de ansiedade, estresse e medo, gerados principalmente pela correria e excesso de obrigações diárias. São ótimas para potencializar o funcionamento e a produtividade durante o dia. São os principais benefícios dessas ondas:

  • melhor raciocínio lógico e concentração;
  • maior frequência de pensamentos e ideias;
  • estado de alerta;
  • melhora a memória de curto prazo;
  • propicia um pensamento mais linear,
  • alívio do estresse gerado pela rotina de trabalho;
  • favorece o planejamento;
  • possibilita melhor resolução de problemas.

No entanto, quando operamos intensamente e por longos períodos nesse estado, nos expomos ao risco de ficar estressados e ansiosos, afinal, a mente precisa de momentos de descanso e relaxamento.

Gama

Sua frequência é acima de 40 Hz, podendo chegar até a 200 Hz. Foi descoberta mais recentemente que as demais, portanto, ainda não se tem uma informação muito completa a respeito de sua influência no cérebro e nos estados da mente.

Sabe-se que ajuda a desenvolver a autoconsciência e insights. Seus principais benefícios reconhecidos até o momento são:

  • hiperconcentração;
  • aumento do foco;
  • capacidade de processar maior quantidade de informações;
  • melhora da memória;
  • proporciona maior bem-estar.

Como utilizá-las?

As frequências binaurais são fáceis de encontrar online. Você pode, por exemplo, baixar um aplicativo de meditação que ofereça esse tipo de serviço. É uma ótima forma de testar ao longo das suas atividades no dia a dia, como no trajeto para o trabalho, na academia, em uma atividade de difícil concentração e, até mesmo, antes de dormir.

Aliás, para começar a experimentar as frequências, uma boa dica é utilizá-las durante a meditação, caso já pratique essa atividade. Os sons podem complementar os benefícios da meditação, como manter o foco no tempo presente e atingir o relaxamento.

É até interessante se posicionar da forma que você costuma meditar, seja qual for ela — lotus, sentado ou deitado —, ficar relaxado sem perder a postura, usando fones de ouvido ligados nas frequências binaurais escolhidas e se concentrar em sua respiração.

Tudo vale a pena para iniciar a sua jornada de autoconhecimento. O que você está esperando? Comece a utilizar já os sons binaurais para começar a adquirir maior equilíbrio em sua vida, entre outros benefícios o quanto antes.

Que tal começar hoje mesmo a ouvir as frequências binaurais? É muito fácil! Baixe o aplicativo Zen, disponível no Google Play e na Apple Store! E não deixe de nos contar como está usando os sons e a forma que eles ajudaram você a encontrar o equilíbrio.

frequências binaurais

16 Comentários
18/10/2017 às 16:38

Muito bom artigo 🙂

12/05/2018 às 14:08

Eu me informei muito bem sobre eles, e eles não aliviam a ansiedade n, eles curam a ansiedade e depressão se ouvidos diariamente.

    andré
    16/01/2019 às 15:19

    Olá bianca, você fez tratamento com eles?

daniela
08/03/2019 às 16:42

Que legal, muito bom o artigo, tenho usado musica para me concentrar, ate ouvir esse termo BINAURAL, e pesquisando, me esclareci completamente com esse artigo. Obrigada.

paulo silva
02/04/2019 às 12:52

Óptimo artigo. No entanto pode complementar um pouco mais com as 9 frequências Solfeggio e respectiva descrição.
Muito grato pela vossa partilha

rafael costa
09/05/2019 às 15:15

Eu só tenho dúvidas quanto ao volume (intensidade) ideal. Se eu coloco muito alto incomoda e muito baixo, parece não fazer efeito. Daí fico tentando ajustar mas tenho a sensação que ainda não consegui encontrar um bom volume

fernando pinheiro
17/05/2019 às 23:44

Rafael Costa , o volume não necessita ser alto. Seu cérebro captará a frequência de forma natural. Faça de forma que não incomode. Pode colocar baixo , sem problemas.

andrea
26/05/2019 às 16:03

Se ele cura a depressão e ansiedade? Acho que não, mas é mais uma ferramenta para auxiliar no tratamento. A dúvida: Só funciona se escutados com fone de ouvido?

ana carolina
08/06/2019 às 17:43

Oie, tenho uma dúvida: é preciso me concentrar na música para obter resultados, ou posso colocá-la e continuar estudando que o cérebro fará todo o “serviço”? Uso para estudar, para me concentrar mais e lendo a respeito vi que ajuda no tratamento/controle da ansiedade, e isso muito me alegrou! Obrigada!

uriel
07/07/2019 às 08:08

Sofro de ansiedades e depressão e un audio binaural esta me fazendo muito bem

paulo
12/07/2019 às 20:30

Gente! Sou déficit de atenção e como se não bastasse, sou também hiperativo, com direito, inclusive, a dose diária de 36mg de Metilfenidato. Atualmente, estou passando por vários estresses, dentre eles, o trabalho (pré hospitalar) e familiar (mãe com Alzheimer, esposa com punho quebrado…). Nos últimos tempos venho tendo momentos depressivos frequentes. Ontem, durante o plantão, uma colega me falou sobre os sons binaurais. Durante o intervalo (1h30 de descanso) coloquei os fones, procurei os tais sons na internet e sei lá o que aconteceu. Quando a colega me chamou eu havia dormido meia hora a mais e a vontade de sumir do mundo tinha desaparecido. Agora são 20h. Não lembro há quanto tempo não me sentia tão tranquilo. Estou feliz. Se me perguntassem o que acho desses sons, eu diria que são os sons do milagre. Abraço

ana
25/07/2019 às 11:03

Estou encantada com seu artigo, coloquei aleatoriamente um som para estudar e percebi a mudança de sons, fui pesquisar e me deparei com este artigo incrível. Obrigada!!
Durante a leitura cliquei nas suas recomendações, que me conduziram à artigos igualmente fantásticos, mais uma vez obrigada por partilhar conosco seus conhecimentos e muita luz para ti…

sara
05/08/2019 às 03:19

Olá,

Gostaria de saber por quanto tempo é indicado ficar ouvindo o som? Tem alguma restrição?

luiz
20/09/2019 às 09:35

Olá
Observei que no YouTube tem inúmeros vídeos com sons binaurais e várias frequências em Hz… Como conferir se determinado som realmente está na frequência anunciada? Existe algum medidor?

roseli nogueira
05/10/2019 às 16:51

muito boa a materia , eu tive uma depressão profunda e me curei ouvindo esses tipos de son e com um monte de cachorros ….

roseli nogueira
05/10/2019 às 16:53

comecei a prestar atenção na vida a partir de ouvir esses sons binaurais …. é maravilho eu costumo dizer que são curas gratuitas ao alcance de todos que tem acesso ao youtub

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POR UMA VIDA MAIS ZEN
Dicas, inspirações
e novidades!
Experimente o zen por 7 dias
grátis!
Quero testar!