Os transtornos depressivos são tipos de distúrbios que causam alterações de humor. Geralmente são confundidos com uma tristeza comum, no entanto, podem atrapalhar na execução de tarefas simples do dia a dia e colocar em risco a vida de quem sofre dessas doenças.

Eles são causados por questões genéticas, eventos traumáticos, abuso de substâncias, uso de determinados medicamentos etc. Para melhor entendimento, são divididos em vários tipos: episódio depressivo, transtorno depressivo maior, depressão bipolar, distimia, depressão atípica, depressão sazonal, depressão pós-parto, depressão psicótica, entre outros.

Cada tipo tem suas particularidades, no entanto, apresentam sintomas e tratamentos em comum. Quer saber mais a respeito? Continue lendo para conferir!

Quais são os principais sintomas dos transtornos depressivos?

Apesar de cada um deles apresentar características próprias e marcantes, existem alguns sinais em comum relatados por quem sofre desses transtornos. Conhecê-los pode ajudar você a identificar o problema o quanto antes e procurar ajuda. São os principais sintomas:

  • diminuição do interesse ou prazer em todas ou quase todas as atividades;

  • humor deprimido durante a maior parte do dia;

  • falta de energia para atividades gerais, inclusive levantar da cama;

  • dificuldade de tomar decisões;

  • tristeza ou medo sem motivo aparente;

  • falta de vontade de viver;

  • alterações do apetite;

  • variações de humor;

  • baixa autoestima;

  • pessimismo;

  • isolamento;

  • insônia.

Quais são as formas de tratamento?

Os transtornos depressivos merecem bastante atenção e seu tratamento deve ser feito o quanto antes, pois representam um risco para a saúde da pessoa. Ademais, os sintomas podem ficar cada vez mais fortes, atrapalhando a vida pessoal e profissional do indivíduo.

Suporte

Como parte inicial do tratamento, é indispensável ter um profissional acompanhando o caso para dar suporte nesse momento difícil. Para isso, o ideal é se encontrar com um psicólogo, psiquiatra ou psicanalista semanalmente para não ficar desamparado e entender melhor tudo o que está acontecendo.

O profissional também pode orientar e informar os parentes próximos do paciente, a fim de que eles entendam o real problema que é ter um transtorno depressivo e que não se trata de fraqueza, má vontade ou preguiça.

Além disso, o paciente geralmente receberá orientações de mudança de hábitos para que procure praticar exercícios físicos regularmente, defina pequenas metas para a sua vida, medite, tome sol, enfim, para que faça o que lhe dá prazer.

Essa etapa também faz toda a diferença no tratamento, podendo, até mesmo, ser uma forma de prevenção. Afinal, essas atividades ajudam a estimular a produção de hormônios relacionados à felicidade e ao bem-estar, como a dopamina, serotonina e endorfina.

Psicoterapia

Para tratar esses transtornos, a psicoterapia é imprescindível. Apenas um profissional qualificado pode orientar sobre o tratamento adequado para o caso de cada paciente. Porém, são diversas as abordagens ou especializações (terapia cognitivo-comportamental, psicanálise freudiana, psicanálise junguiana etc.).

Por isso, é importante procurar indicação de um bom profissional e conversar com ele a respeito da sua situação. Dessa forma, é possível fazer um diagnóstico e conhecer o método de tratamento que ele tem a oferecer.

Medicamentos

Em casos mais agudos, o profissional pode receitar medicamentos para acelerar o tratamento, bem como para ajudar a dormir. No entanto, apenas ele pode indicar qual o melhor para você e ajustar a dosagem de acordo com os resultados obtidos.

Os transtornos depressivos devem ser diagnosticados por um profissional especializado. Porém, é preciso que você dê o primeiro passo e procure ajuda imediatamente. Dessa maneira, é possível mudar sua vida para melhor, superar seus problemas e ser muito mais feliz!

Gostou de entender um pouco mais sobre os transtornos depressivos? Então, compartilhe este post com seus amigos nas redes sociais para que eles também possam entender mais sobre o assunto!