Você já ouviu falar sobre ansiedade e depressão, e deve estar familiarizado com os efeitos negativos que o estresse pode causar no corpo. Mas talvez você não saiba sobre as nuances desses transtornos e o porquê cuidar da saúde mental é uma parte tão importante para se viver uma vida feliz, saudável e equilibrada.

Antigamente as pessoas tinham medo de falar sobre esses transtornos, pois, acreditavam que isso pudesse fazer com que parecessem fracos. Mas hoje, abordar esses assuntos têm sido de extrema importância para que as pessoas se sintam confiantes em falar sobre a sua os problemas que estão enfrentando. 

O que é saúde mental?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS): “saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a mera ausência de doença ou enfermidade ”

A saúde mental refere-se ao estado de nosso bem-estar emocional, psicológico e social. Uma maneira simples de pensar sobre isso é que: nossa saúde mental afeta o modo como nos sentimos e pensamos, e também como agimos em determinadas situações.

Quando as pessoas pensam sobre isso, elas geralmente associam a condições que alguém pode ter – como transtorno bipolar, ansiedade ou solidão. Mas ter uma boa saúde mental não significa apenas que você vive sem uma condição diagnosticável. Isso também significa que você é capaz de lidar com a vida cotidiana e seus possíveis problemas e obstáculos com equilíbrio.

7 maneiras de melhorar sua saúde mental

Mesmo que você não tenha uma condição diagnosticada como ansiedade ou depressão, é vital priorizar seu bem-estar emocional. Pode haver coisas importantes que você deixa cair no esquecimento e isso pode significar a diferença entre apenas sobreviver e prosperar.

Abaixo, você encontrará 7 dicas que podem ajudar a melhorar sua saúde mental.

1 – Mantenha relacionamentos saudáveis

A solidão pode ter um impacto impressionante na saúde mental e emocional de uma pessoa, bem como na saúde física.

Uma das melhores maneiras de proteger o seu bem-estar é priorizando seus relacionamentos. Ter fortes relações interpessoais nos beneficia de inúmeras maneiras: nos ajuda a sentir que somos parte de uma comunidade, dá sentido à nossa vida, nos faz sentir aceito e reforça que temos pessoas em quem podemos confiar em momentos de adversidade.

É importante lembrar que pedir ajuda a familiares ou amigos, se você está enfrentando algum problema, não é sinal de fraqueza, e sim de força. Não se deve ter vergonha ou constrangimento em pedir ajuda.

2 – Pratique exercícios físicos

Praticar exercício físico pode melhorar o seu sono, fazer com que você se sinta mais relaxado e aumentar a produção de endorfina do seu corpo, o que pode melhorar o seu humor.

Existem inúmeras maneiras pelas quais você pode colher os benefícios do exercício. Você não precisa praticar uma atividade de alto impacto para isso. Na verdade, apenas 30 minutos de caminhada por dia podem melhorar o seu humor e reduzir o estresse

3 – Desafie-se.

Mesmo se você acha que está em um bom lugar na vida e a maioria de seus objetivos foram alcançados, sempre há áreas para crescimento. A importância de ter metas para trabalhar não deve ser negligenciada. Afinal de contas, ter um propósito na vida de alguém é um elemento crucial da felicidade geral e da satisfação com a vida.

Dê uma olhada em sua vida e encontre uma área para crescimento. Talvez você queira entrar em melhor forma física, economizar mais dinheiro para a aposentadoria, escrever um livro, viajar, ter filhos ou aprender uma nova habilidade. 

4 – Pratique a gratidão.

Se você já se sentiu excessivamente ansioso, estressado ou deprimido, provavelmente está familiarizado com o ataque de pensamentos negativos sem fim. Uma ótima maneira de combater o pensamento negativo é praticando gratidão.

Existem inúmeras maneiras de praticar gratidão a cada dia. Uma maneira simples e eficaz é praticar o “Exercício da Gratidão”, disponível no Zen app. 

tela da meditação "Exercício da Gratidão" para ajudar a mudar hábitos

5 – Priorize seu sono.

O sono de boa qualidade não é apenas a duração de sete a nove horas de sono todas as noites. Trata-se também de dormir descansado e garantir que você esteja energizado para o dia seguinte.

Se você acordar 10 ou 15 vezes a cada noite, não vai sentir que dormiu o suficiente para se preparar para o dia seguinte.

Se está lutando para conseguir um sono tranquilo, tente incorporar práticas em sua vida que o ajudem a conseguir um sono melhor, como a meditação. Exercite-se todos os dias, se possível, faça uma dieta bem equilibrada e tente eliminar coisas como cafeína, álcool e o fumo, que podem afetar negativamente o sono. Mantenha seu quarto escuro, fresco e silencioso.

6 – Crie rotinas de autocuidado

O autocuidado é diferente para cada pessoa, mas o seu conceito é simples: ter tempo para cuidar de sua saúde física, emocional e mental para viver uma vida saudável. 

Uma rotina de autocuidado pode incluir: ter um bom sono, meditar e se exercitar, além de outras coisas que fazem você se sentir bem consigo mesmo.

Dedicar ao menos 20 minutos do seu dia para realizar praticas de autocuidado fará uma grande diferença em sua vida e na sua saúde mental. 

7 – Não tenha medo de procurar ajuda.

Se há uma coisa que os adolescentes e jovens adultos de hoje nos ensinam é a importância de procurar atendimento profissional quando necessário. 

No passado havia um estigma ligado a se consultar com um terapeuta ou psiquiatra. Mas hoje, esse estigma foi removido, já que mais pessoas do que nunca estão buscando tratamento para seus distúrbios mentais.

Se você sentir que está lutando com sua saúde mental, não tenha medo de procurar ajuda profissional.

Gostou das nossas dicas para ter uma boa saúde mental? Então compartilhe este artigo nas redes sociais!