A meditação é uma prática cada vez mais popular em todo o mundo. Isso vem acontecendo em função de todos os benefícios que ela proporciona, tais como redução de estresse e ansiedade, melhoria da qualidade ao dormir, mais tranquilidade, aumento dos níveis de atenção, melhor controle da mente, entre outros.

Porém, um dos maiores impedimentos para que essa prática se torne ainda mais popular é que muitos ainda não sabem como meditar em casa.

Quer saber como fazer isso na sua casa e sem dificuldades? Confira 4 passos que listamos para você!

1. Organize seus momentos de meditação

Apesar de simples, meditar exige preparação prévia. Para começar, é importante reservar um espaço adequado, horário propício e tempo disponível. Seu local deve ser tranquilo e sem riscos de que você seja interrompido durante a prática.

Já o horário, o ideal é que você tenha um momento reservado em sua agenda ou que defina um período do dia para fazer isso, como realizar uma meditação matinal. Acontece que, se você resolver meditar quando sobrar um tempo no seu dia, é muito provável que você acabe se esquecendo.

Além disso, defina um tempo de duração para a prática e o respeite. Pode ser um pequeno período. Com o tempo, você pode ir aumentando aos poucos à medida que for se sentindo mais confortável. Se você fizer corretamente, logo vai se ver desejando passar um tempo maior em sua meditação diária.

2. Escolha o método que mais lhe agrada

Engana-se quem pensa que, dentro da meditação, não existem opções distintas de práticas. Se você deseja meditar, é essencial conhecer um pouco mais sobre as possibilidades. Você pode optar por fazê-la sem guias e ajuda ou por realizar a meditação guiada.

Pode ainda escolher entre a meditação passiva e ativa ou conciliar as duas técnicas em seu dia a dia. A meditação não precisa ser igual todos os dias, pois é cheia de possibilidades incríveis para você conhecer, testar e escolher a que for melhor para o seu perfil!

Além disso, há também a escolha da posição. Sentado no chão de pernas cruzadas em posição de lótus ou até mesmo acomodado em uma cadeira confortável. O importante é encontrar aquilo que é mais apropriado para você, mas sempre mantendo a postura reta.

3. Mantenha a continuidade da prática

Não menos importante, você deve inserir a meditação em sua rotina. Em dias estressantes, pode ser difícil dar início à prática ou fazê-la corretamente. No entanto, é nos piores momentos que você precisará mais da meditação e que seus benefícios ficarão mais evidentes.

Sem falar que é com continuidade que você sentirá as mudanças que a meditação provoca em seu corpo e mente. Se tiver dificuldades em praticar diariamente, uma boa dica é sempre ter em mente os motivos pelos quais você deseja meditar. Nunca se deixe esquecer o que um pequeno esforço todos os dias pode fazer pela sua vida!

4. Comece agora mesmo

Portanto, saber como meditar em casa é o que você precisa para mudar sua vida para melhor. Mas, lembre-se, não adianta saber como iniciar a prática se você não der o primeiro passo na direção dessa mudança.

Ter disciplina e criar o hábito de meditar todos os dias por um breve período é indispensável para perpetuar a vida saudável que você tanto deseja!

Esse post foi útil para você? Compartilhe já com seus amigos nas redes sociais para que eles também possam conhecer mais sobre a prática da meditação e conquistar seus benefícios!

Além disso, aproveite para baixar o Zen já, um aplicativo de meditações e reflexões. Ele está disponível tanto para Android, quanto para iOS.