É comum pensarmos que boas ações estão relacionadas a bem materiais, a ajudar o outro com algo material de alguma forma. Entretanto, uma boa ação nem sempre precisa ser dessa forma. É possível praticar o bem com pequenas atitudes diárias.

Se você está em busca de se tornar uma pessoa cada vez melhor, as ações que escolhemos podem te ajudar. Continue lendo!

5 boas ações para colocar em prática hoje!

É como se costuma dizer: não adianta rezar e mentalizar coisas positivas, se nossas atitudes continuarem a atrair o oposto disto. Devemos transmitir o que queremos atrair, por isso, aqui vão cinco dicas de boas ações para colocar em prática no dia a dia!

1 – Gentileza

Sabe aquele ditado “gentileza gera gentileza”? Ele é muito verdadeiro.

Quanto mais você for uma pessoa prestativa e generosa, mais a vida lhe retribuirá. Não precisa se violentar em favor do outro; apenas, quando estiver ao seu alcance, não negue ajudar alguém ou fazer algum favor.

A gratidão e a gentileza tornam aquilo que temos em suficiente e nos permitem enxergar a vida de forma mais autêntica e amorosa.

2 – Cortesia

Sorrir, dar bom dia, desejar um bom fim de semana não são apenas politicagens e atitudes de uma boa educação ou da “boa vizinhança”. São simples atos de cortesia que fazem bem ao outro e, no fim das contas, a você mesmo.

Todos temos problemas e as vezes o dia, infelizmente, não foi bom, mas faça um esforcinho. As outras pessoas não têm culpa das batalhas que enfrentamos e nós também não precisamos forçar uma situação, apenas permita se sentir leve e ser mais cortês com o próximo.

3 – Solidariedade

É fácil compartilhar uma alegria com alguém ou recebê-la quando é compartilhada, mas os relacionamentos interpessoais não são feitos apenas de coisas boas.

A parte ruim também marca presença em alguns momentos, por isso, ser solidário com a dor do outro também nos faz crescer como pessoas. Não precisa se punir ou sofrer junto, apenas, ofereça um ombro amigo, um colo, seja um bom ouvinte.

Pratique atos os quais você gostaria que praticassem com você, quando estiver numa pior.

4 – Perdão

Uma das coisas mais difíceis é saber perdoar quem nos feriu, nos magoou. Mas se pensarmos a partir da premissa de que “cada um dá o que tem” e que queremos sempre dar o melhor que pudermos, acabaremos por exercitar o perdão.

Perdoar não significa aceitar a dor que a outra pessoa lhe causou e, sim, tentar deixar no passado, evitando que esta dor ainda lhe atormente, lhe transformando em uma pessoa amarga.

Não cultive sentimentos ruins por ninguém, mesmo por alguém que, supostamente, mereça. A vida se encarrega de levar a cada um a sua colheita.  Deixe esta tarefa para ela e abstraia as coisas ruins.

Lembre-se de que palavras ou atos ruins são como presentes: só aceitamos se quisermos. Se o rejeitamos, eles continuam pertencendo a quem os mandou.

5 – Amor

Amor é algo que nunca é demais. Quando o praticamos da maneira mais autêntica e pura, nos transformamos em pessoas melhores.

Não pense que o amor enfraquece, pelo contrário, ele nos torna mais forte para enfrentar qualquer coisa. Tanto o amor-próprio, quanto o amor por terceiros, em sua forma genuína é sempre um presente. Não o mendigue, mas também não o regule a ninguém.

Para ajudar você a expandir o amor que existe dentro de você, experimente praticar a meditação guiada “Amor Genuíno“, disponível no Zen. Permita-se entrar em contato com esse sentimento transformador!

Amor Genuíno [Ouvir Agora]

tela da meditação "Amor Genuíno" do Zen para contribuir em boas ações do dia a dia

Aproveite para conhecer o Zen! São centenas de conteúdos e ferramentas que auxiliam na sua jornada de autoconhecimento e no seu desenvolvimento pessoal. Baixe agora!

Disponível para iPhone e Android.