7 ideias para usar a cromoterapia na decoração

Por Felipe Cincinato

Tempo de leitura: 5 minutos

Já pensou em utilizar as cores para aprimorar a ambientação de sua casa?

Sim, a cromoterapia pode ser aplicada na decoração. Essa ciência entende que cada cor possui uma vibração e capacidade de cura específica e é utilizada para melhorar a saúde de pessoas em todo o mundo.

Portanto, ao utilizar a cromoterapia na decoração de sua casa ou escritório, além de equilibrar as energias da casa, você poderá trazer benefícios curativos para o seu espaço e enfatizar certas qualidades. E não pense que é algo extremamente caro e trabalhoso. Veja como utilizar as cores e obtenha os melhores resultados no ambiente e na saúde de todos.

1) Traga a leveza e a neutralidade do mar 

Prosperidade, saúde, crescimento e paz.

Tão clean quanto os oceanos, os tons esverdeados estão em alta com a paleta Neo Mint. 

Na cromoterapia, o verde é frequentemente associado à saúde e eficiência. Dependendo da tonalidade escolhida, ele pode criar efeitos muito diferentes: os verdes brilhantes melhoram a visão e criam uma atmosfera refrescante, enquanto os verdes mais suaves e naturais são calmantes.

Verde menta e verde água são tons acolhedores, cores relaxantes para corredores ou paredes menores, ficam excelentes em papéis de parede mais discretos e amenos. Os tons mais suaves também são excelentes para os quartos das crianças – turquesas delicadas os acalmarão, mas não os deixarão letárgicos.

2) Troque o branco pelo bege

Autocontrole, independência e equilíbrio.

Cansou de olhar para as paredes brancas e sem graça, mas ainda prefere tons neutros e sóbrios?

Uma cor muito popular, o bege é clássico, neutro e suave, no entanto, mais quente que o branco – traz aconchego para o ambiente. Na cromoterapia, está relacionado à calma e à formalidade. Tons cremosos, criam uma sensação de espaço e limpeza sem fazer com que seus quartos pareçam desagradáveis ​​e clínicos.

Brinque com as cores da paleta em uma décor monocromática, saindo do off white, passando pelo nude, até o cáqui ou quase marrom.

3) Traga a energia do amarelo

Comunicação, inspiração, otimismo e energia.

Essa é uma cor muito enérgica, aumenta a concentração e acelera o metabolismo. Além disso, ilumina a área onde as atividades acontecem, proporcionando uma atmosfera feliz e positiva. Assim, é ótima para ambientes de estudos e cozinhas, mas pode não ser legal para quartos e salas de descanso. 

Então, que tal trazer o amarelo para sua cozinha, num tom vibrante e num esquema de alto contraste com a sobriedade do cinza e do moderno preto?

4) Se apaixone com o vermelho

Calor, vigor, paixão, energia e força.

Por ser uma cor altamente estimulante, é melhor utilizar o vermelho com cautela. A cor é ligada ao erotismo e à sexualidade, mas em excesso pode provocar ansiedade e agitação. Uma boa ideia é utilizá-la em objetos decorativos que possam ser trocados com facilidade, como quadros, almofadas, pequenos tapetes e roupas de cama.

Ah! Vermelho também é um estimulante do apetite, então, se preferir, enfeite sua sala de jantar com detalhes vermelhos.

5) Ouse com a modernidade do rosa

Delicadeza, felicidade e doçura.

Esqueça as tradições, o rosa é uma das cores mais confortáveis ​​e reconfortantes que existem e na cromoterapia está relacionada ao equilíbrio emocional e à pureza do pensamento.

Portanto, experimente tons de rosa quartzo para uma atmosfera acolhedora como um abraço, ou se jogue na paleta rosa millenial para um ambiente jovem, moderno e descontraído.

A cor é pura diversidade e pode ser utilizada em paredes, móveis ou objetos decorativos, principalmente na sala e nos quartos. A dica é combinar com preto ou cinza para um ar mais cool, cheio de personalidade.

6) Renove a ambientação com o violeta

Transmutação, meditação, luxo e intuição.

Seja em tons vibrantes ou pasteis, violeta é uma cor com efeito purificador, segundo a cromoterapia, essa cor tem o poder de transformar todas as energias em positivas. Para usar em todo o ambiente, recomenda-se tons de lilás. 

Os tons de lavanda são sedativos, assim, use com sabedoria, pois eles podem fazer com que uma sala de estar ou sala de jantar pareça sonolenta. Tons escuros e dramáticos são fantásticos se utilizados com moderação, mas podem ter um efeito deprimente se usados ​​demais.

Uma ideia para usar o violeta é fazer a ambientação de áreas com bastante iluminação natural, como terraços e varandas. Isso trará ainda mais suavidade e frescor. Considere utilizar almofada em vários tons, que vão do vibrante roxo ao suave lilás, em contraste com tons neutros, como o branco, bege e cinza.

7) Brinque com a seriedade do azul

Serenidade, imaginação e segurança.

Embora seja a cor favorita de muitas pessoas, o azul pode parecer frio e pouco acolhedor. O azul suprime o apetite e estimula o pensamento, por isso é bom evitar em quartos e salas de jantar. No entanto, os tons bem claros trazem serenidade, e os tons escuros transmitem autoridade, é uma excelente cor para estudos e escritórios.

Incremente um home office sem graça com móveis ou objetos azuis em tons mais escuros. Além de um belo contraste com o branco, preto e tons de madeira natural, traz um ar de modernidade ao ambiente.

Viu só! Não precisa gastar rios de dinheiro e sair pintando todas as paredes para usufruir dos benefícios da cromoterapia na decoração. Com a intenção certa você pode adicionar as cores em elementos decorativos e trazer benefícios a todos na sua casa.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POR UMA VIDA MAIS ZEN
Dicas, inspirações
e novidades!
Experimente o zen por 7 dias
grátis!
Quero testar!