Para garantir uma prática agradável, a posição para meditar deve ser não só bem escolhida, mas também muito bem reproduzida. Se você está começando ou deseja começar a meditar, saiba que existem várias alternativas de posições adequadas para meditar.

No entanto, meditação é uma atividade que pode ser realizada livremente e as opções de postura são apenas sugestões que costumam ser escolhidas por serem agradáveis. Então, sinta-se à vontade para meditar como preferir e adaptar as poses para o que for mais conveniente para você.

Ficou curioso para conhecer as posições mais conhecidas e utilizadas? Continue acompanhando a leitura!

Estilo do Índio Americano

É a posição mais simples, afinal, muitos já estão familiarizados com ela, visto que desde criança somos acostumados a cruzarmos nossas pernas para sentar no chão. Para reproduzi-la é só se sentar com os joelhos dobrados e virado para as diagonais, os pés debaixo de cada perna oposta e a coluna ereta.

Meio Lótus

Se você deseja alcançar a Lótus Completa ou apenas quer encontrar uma posição confortável para meditar, a Meio Lótus pode ser uma boa opção para você. Para executá-la, sente-se de pernas cruzadas e coloque um dos pés por cima da perna oposta em vez de embaixo.

Lótus Completa

A Lotus Completa é uma posição muito utilizada e conhecida pelos praticantes de yoga. Ela exige um pouco mais de experiência para que seja feita corretamente sem causar incômodos e, por isso, é recomendada para quem tem maior flexibilidade.

O ideal é acostumar seu corpo aos poucos. Comece com a Meio Lótus, alterne as pernas e, com o passar do tempo, tente executá-la por um momento. Ela é o contrário da perna da Estilo do Índio Americano: em vez de se sentar com cada pé embaixo da perna oposta, você deve colocá-los por cima da perna oposta, proporcionando um alongamento das pernas.

Estilo Birmanês

Essa é uma posição que também pode ser um pouco mais cansativa para quem não está acostumado, visto que também alonga bem as pernas. Coloque a parte da frente da perna, a que vai dos pés até o joelho, em contato com o solo e sente-se sobre os calcanhares.

Para torná-la mais confortável, você pode apoiar as pernas sobre uma almofada ou superfície macia. Além disso, também é possível colocar uma almofada fina entre os calcanhares e as coxas.

Sentado em uma cadeira

Se preferir uma posição mais simples, opte por se sentar confortavelmente em uma cadeira. Para tornar a posição mais agradável e adequada, coloque as palmas das mãos sobre as coxas e mantenha a postura ereta, mas sem deixar que o pescoço e costas tensionem.

Com essas diversas opções, é possível que você experimente cada posição para meditar em casa com o passar do tempo. O importante é encontrar aquela que seja mais confortável para você ou alternar entre elas no dia a dia. Além disso,é ideal evitar posições deitadas ou que apoiem a cabeça, pois elas não favorecem uma meditação eficaz e podem induzir ao sono.

Gostou de saber um pouco mais sobre as várias opções de posições para meditar? Venha conferir também como fazer para tornar a meditação um hábito!