A depressão é uma doença que atinge os neurotransmissores do cérebro, fazendo com que eles fiquem impossibilitados de fazerem certas ligações. Dependendo do estágio, ela pode afetar a vida pessoal e profissional da pessoa.

O estudo realizado pela Journal of American Medical Association (JAMA) Internal Medicine, apresenta que a meditação de Atenção Plena apesar de não curar, quando praticada em conjunto com o tratamento, a sua efetividade se equipara ao do uso de antidepressivos. Isso porque ambos foram classificados com a nota de 0.3, considerado um efeito moderado. 

Mesmo que você não esteja em tratamento, se percebeu alguns sintomas que podem indicar um quadro de depressão ou conheça alguém que tenha depressão, as meditações abaixo podem ajudar.  

Atenção Plena [OUÇA AGORA]

Sua atenção será conduzida através dessa meditação. Aprenda a estar presente e a observar os seus pensamentos, sem julgamentos.

meditação para atenção plena

Alívio da Depressão [OUÇA AGORA]

O mundo perde a cor e em alguns momentos a crise parece não ter fim. Nessa hora, respire fundo e seja inicie uma caminhada em ascensão, onde a cada passo você se sente mais confiante e tranquilo.

Perceba o mundo voltando a ter cor nessa meditação guiada para aliviar a depressão.

meditação para alívio da depressão

Apesar do período de avaliação ter sido curto, os estudos devem continuar. Pois há um grande potencial que as meditações sejam ainda mais benéficas para pessoas com depressão.

Atualmente ainda existe uma certa vergonha em falar sobre depressão. Algumas pessoas não têm coragem de contar para os outros com receio de julgamento. Outros, por sua vez, tem até mesmo dificuldade em falar abertamente sobre os sintomas que tem sentido para os médicos. O que dificulta na hora do diagnóstico e tratamento.

No último relatório divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão atinge 322 milhões de pessoas mundialmente. Desse número, 11,5 milhões são brasileiros. Algumas pessoas descrevem a depressão como um lugar escuro, vazio onde os pensamentos ficam confusos e negativos. 

É importante ficarmos alerta pois há casos em que pessoas confundem um estado de tristeza com um quadro de depressão. Para um melhor diagnóstico, a orientação é procurar auxílio médico.